Avantasia – The Raven Child

The Raven Child

[Verse 1: Hansi Kürsch & Tobias Sammet]
Wild groves, sacred grounds fade to vastness
Mother Moon, cast your spell on these fields
Let the boughs paint ghostly shades on the trail
To a different world
Where the castle looks out to a valley
Where I'm given all the love that I crave
Not afraid of the rising sun laying bare my brittle soul
Cold is the wind
Bringing forth clarity
Time rushing on
And nothing will remain
There's no glory on the last journey home, home
Home, home
Home, home
Home, home

[Verse 2: Tobias Sammet & Hansi Kürsch]
Looking down from this pure cup of heaven
Onto an ocean of white that drowns
All the noise and decree
And the craze in empty eyes
Wide-eyed I'm lost in my imagination
A dream of love
I've got to suffocate while I keep on waiting
For the hour I'll be called to realize
And see it all before my eyes
The sky is crawling down the mound
Into the deadwood on the ground
They say
Spectres flare and spit and rise
To mingle with the skies
And take all that's never meant to be

[Chorus 1: Tobias Sammet & Hansi Kürsch]
A fire in the dark for the fool's gonna find his way
Gonna run and never get away
Is it love that glows in fiery alignment?
Starry-eyed, maybe living a lie?
A lonely heart in an endless line
Oh raven child
Raven child

[Verse 3: Jorn Lande & Tobias Sammet]
Bewildering and strange
The scent of spring and cherry blossoms
Sweet scent of rain
They're calling you
Astounding how it is
Not the same it used to be
When you're compelled behind
The crenel on your own
The tolling of the bell
Is there anyone to tell me
What they wanna say?
Voices go on and on and on to me
But their tongues won't permeate
Throughout my soul
In your altered state of mind
In vain you're chasing light
Your master in his frown
Denial of the crown of creation
You're made to think you are

[Chorus 1: Tobias Sammet]
A fire in the dark for the fool's gonna find his way
Gonna run and never get away
Is it love that glows in fiery alignment?
A fire in the dark for the fool's gonna find his way
Gonna run and never get away
Is it love that glows in fiery alignment?
Starry-eyed, maybe living a lie?
A lonely heart in an endless line

[Bridge: Jorn Lande, Tobias Sammet, Hansi Kürsch, & Choir]
Light breeze in the crowns of the willows
Green fields as if the day was on the wane
Grow faint and attain to perfection
What a backdrop for a diamond
And so we sway in the wind like the willow
Meant to give way to the order of the storm
Won't leave a mould in the marsh of the ages
A tired chevalier of fortune
Blue and serene once a sky swanned on magic
The unborn in the stream of destiny
Time flows to become a mound of nothing
For a broken soldier of fortune
On my
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now
Comin' down
Goin' all the way now
You won't get away
You know
Finally the way you're shown
You're goin' now

[Chorus 2: Jorn Lande & Tobias Sammet]
Into the light
In the light there's a crack torn open
From underneath the day
In the light, but a crack, is it growing?
Feel the dark rolling in, your way
Feel the light look away
It's gonna blind you
Ignite your spirits fly
See a light to uncloak their master
To arouse the beaten mind
In the light there's a crack torn open
From underneath the day
You dream and fly
In the light, but a crack, is it growing?
Feel the dark rolling in your way
Hey raven child
Feel the light look away
It's gonna blind you
Ignite your spirits fly
Uncloak the raven master
To arouse the beaten mind

[Outro: Jorn Lande & Tobias Sammet]
You tuck away yourself inside
You ride away on the inmost light
Your soul glowing opal-blue
A million voices fade away
I never really got what they're trying to say
For my words there's no getting through, oh
Oh, you sail to the night's plutonian shore
You drift to sleep
You can't take no more of this
And like a raven child
You spread your paltry wings and throw
Yourself into the wind to escape from all below
That despised the raven child
Am I awake or is it an evil dream
Or maybe the ugly in between
Like me, a weak hermaphrodite
A broken soul in unimpaired parts
In quest for light but it was the dark
That embraced the raven child
A cloak of invisibility
To curtain
The face of deformity
No, darkness let me in
Off to the night's plutonian shores
You dream and hope you won't wake no more to this
Flying raven child
Oh, fiery eyes
Flying raven child
Oh, fiery eyes
Oh, to escape from all below
Spread your wings and go
Like a raven child
A criança corvo

[Verso 1: Hansi Kürsch e Tobias Sammet]
Bosques selvagens, terrenos sagrados desaparecem até a vastidão
Mãe Lua, lance seu feitiço nesses campos
Deixe os galhos pintarem sombras fantasmagóricas na trilha
Para um mundo diferente
Onde o castelo dá para um vale
Onde eu recebo todo o amor que desejo
Não tenho medo do sol nascente que desnuda minha alma frágil
Frio é o vento
Trazendo clareza
Tempo correndo
E nada permanecerá
Não há glória na última jornada para casa, para casa
Casa, casa
Casa, casa
Casa, casa

[Verso 2: Tobias Sammet e Hansi Kürsch]
Olhando para baixo deste copo puro do céu
Em um oceano branco que se afoga
Todo o barulho e decreto
E a mania de olhos vazios
De olhos arregalados, estou perdido em minha imaginação
Um sonho de amor
Eu tenho que me sufocar enquanto continuo esperando
Por uma hora eu serei chamado para perceber
E ver tudo diante dos meus olhos
O céu está rastejando pelo monte
Na madeira morta no chão
Eles dizem
Espectros brilham, cospem e sobem
Para se misturar com o céu
E pegue tudo o que nunca deveria ser

[Refrão 1: Tobias Sammet e Hansi Kürsch]
Um fogo no escuro para o tolo vai encontrar o seu caminho
Vou correr e nunca fugir
É o amor que brilha em alinhamento ardente?
Olhos estrelados, talvez vivendo uma mentira?
Um coração solitário em uma linha sem fim
Oh criança corvo
Criança corvo

[Verso 3: Jorn Lande e Tobias Sammet]
Desconcertante e estranho
O perfume da primavera e das flores de cerejeira
Doce aroma de chuva
Eles estão te chamando
Surpreendente como é
Não é o mesmo que costumava ser
Quando você é obrigado por trás
O berço por conta própria
O toque do sino
Existe alguém para me dizer
O que eles querem dizer?
Vozes continuam sem parar para mim
Mas suas línguas não permeiam
Em toda a minha alma
Em seu estado mental alterado
Em vão você está perseguindo a luz
Seu mestre em sua carranca
Negação da coroa da criação
Você é feito para pensar que é

[Refrão 1: Tobias Sammet]
Um fogo no escuro para o tolo vai encontrar o seu caminho
Vou correr e nunca fugir
É o amor que brilha em alinhamento ardente?
Um fogo no escuro para o tolo vai encontrar o seu caminho
Vou correr e nunca fugir
É o amor que brilha em alinhamento ardente?
Olhos estrelados, talvez vivendo uma mentira?
Um coração solitário em uma linha sem fim

[Ponte: Jorn Lande, Tobias Sammet, Hansi Kürsch e coro]
Brisa leve nas coroas dos salgueiros
Campos verdes como se o dia estivesse diminuindo
Cresça fraco e alcance a perfeição
Que cenário para um diamante
E assim nós balançamos ao vento como o salgueiro
Pretendia dar lugar à ordem da tempestade
Não vai deixar um molde no pântano dos tempos
Um chevalier cansado da fortuna
Azul e sereno, uma vez que um céu cisne em magia
O não nascido no fluxo do destino
O tempo flui para se tornar um monte de nada
Para um soldado quebrado da fortuna
No meu
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora
Caindo
Indo todo o caminho agora
Você não vai fugir
Você sabe
Finalmente, a maneira como você é mostrado
Você está indo agora

[Refrão 2: Jorn Lande e Tobias Sammet]
Na Luz
Na luz há uma rachadura aberta
Debaixo do dia
Na luz, mas uma rachadura, está crescendo?
Sinta a escuridão rolando, do seu jeito
Sinta a luz desviar o olhar
Vai cegar você
Inflamar seus espíritos voar
Veja uma luz para desvendar seu mestre
Para despertar a mente batida
Na luz há uma rachadura aberta
Debaixo do dia
Você sonha e voa
Na luz, mas uma rachadura, está crescendo?
Sinta a escuridão rolando no seu caminho
Hey criança corvo
Sinta a luz desviar o olhar
Vai cegar você
Inflamar seus espíritos voar
Desvenda o mestre dos corvos
Para despertar a mente batida

[Outro: Jorn Lande e Tobias Sammet]
Você se esconde por dentro
Você vai embora sob a luz mais profunda
Sua alma brilhando azul-opala
Um milhão de vozes desaparecem
Eu nunca entendi o que eles estão tentando dizer
Pelas minhas palavras não há como passar, oh
Oh, você navega para a costa plutoniana da noite
Você adormece
Você não aguenta mais isso
E como uma criança corvo
Você abre suas asas insignificantes e joga
-Se no vento para escapar de todos os lados
Que desprezava a criança corvo
Estou acordado ou é um sonho maligno
Ou talvez o feio entre
Como eu, um hermafrodita fraco
Uma alma quebrada em partes intactas
Em busca da luz, mas estava escuro
Que abraçou a criança corvo
Uma capa de invisibilidade
Cortinar
A cara da deformidade
Não, a escuridão me deixou entrar
Fora para as praias plutonianas da noite
Você sonha e espera que não acorde mais com isso
Criança voadora corvo
Oh, olhos ardentes
Criança voadora corvo
Oh, olhos ardentes
Oh, para escapar de tudo lá embaixo
Abra suas asas e vá
Como uma criança corvo


Letras semelhantes