Avantasia & Michael Kiske – Requiem for a Dream

Requiem for a Dream

[Michael Kiske]
What do you see?
Is it your own reflection that's staring at you?
An out-of-body perception?
Or some kind of stranger that laughs at a fool?

Is it the world that has changed?
Or is it you at the sound of the knell?
And how did they fail to prepare you
For all that awaits once you're out of your shell?

[Tobias Sammet]
Oh oh
Feel the cold breeze in your face
Walk on, one way
End of days

[Michael Kiske]
Time to face what it's all about
May the waves take you in

A long way from home
You're out on your own
To crave all alone and alone you'll realize
What life turns out to be...

Future ain't what it used to be
When all givens they fall into abeyance
Fall into abeyance

[Tobias Sammet]
Let it all wash over me
Requiem for a dream

How long have we stayed in concealment
Chilled to the marrow, crept stealthily?
Celestial lights satiating the dark
Of deplorable reality

Every breath towards what shone with a lustre
Horizons that sentineled dreams
Now doesn't it even seem crazy
To be aghast at what things will not be

[Michael Kiske]
Oh oh
See the rainbow slowly fade
Walk on, one way
End of days...

[Tobias Sammet]
Time to face what it's all about
May the waves take you in

A long way from home
You're out on your own
To crave all alone and alone you'll realize
What life turns out to be...

Future ain't what it used to be
Fall into abeyance
Fall into abeyance

[Michael Kiske]
Let it all wash over me
Requiem for a dream

There's someone by your side
Four steps behind
Makes sure you keep the pace
And love the grind

Time to face what it's all about
May the waves take you in
A long way from home
You're out on your own
To crave all alone and alone you'll realize
Future ain't what it used to be
And all givens they fall into abeyance
Fall into abeyance

[Tobias Sammet]
Let it all wash over me
Requiem for a dream
Requiem para um sonho

Michael Kiske
O que você vê?
É o seu próprio reflexo que está olhando para você?
Uma percepção extracorpórea?
Ou algum tipo de estranho que ri de um tolo?

É o mundo que mudou?
Ou é você ao som da sinuca?
E como eles falharam em prepará-lo
Por tudo o que espera uma vez que você está fora de sua concha?

Tobias Sammet
Oh oh
Sinta a brisa fria em seu rosto
Caminhe, só ida
Fim dos dias

Michael Kiske
Hora de enfrentar o que se trata
Que as ondas o levem

Muito longe de casa
Você está sozinho
Para desejar tudo sozinho e sozinho, você perceberá
O que a vida acaba por ser ...

O futuro não é mais o que costumava ser
Quando todos os dados caem em suspenso
Cair em suspenso

Tobias Sammet
Deixe tudo lavar sobre mim
Requiem para um sonho

Há quanto tempo ficamos escondidos
Refrigerado até a medula, rastejou furtivamente?
Luzes celestes saciando a escuridão
De realidade deplorável

Cada respiração em direção ao que brilhava com um brilho
Horizontes que sentinelavam sonhos
Agora nem parece louco
Estar horrorizado com o que as coisas não serão

Michael Kiske
Oh oh
Veja o arco-íris desaparecer lentamente
Caminhe, só ida
Fim dos dias...

Tobias Sammet
Hora de enfrentar o que se trata
Que as ondas o levem

Muito longe de casa
Você está sozinho
Para desejar tudo sozinho e sozinho, você perceberá
O que a vida acaba por ser ...

O futuro não é mais o que costumava ser
Cair em suspenso
Cair em suspenso

Michael Kiske
Deixe tudo lavar sobre mim
Requiem para um sonho

Tem alguém ao seu lado
Quatro passos atrás
Garante que você mantenha o ritmo
E amar a moagem

Hora de enfrentar o que se trata
Que as ondas o levem
Muito longe de casa
Você está sozinho
Para desejar tudo sozinho e sozinho, você perceberá
O futuro não é mais o que costumava ser
E todos os dados caem em suspenso
Cair em suspenso

Tobias Sammet
Deixe tudo lavar sobre mim
Requiem para um sonho


Letras semelhantes